terça-feira, 24 de janeiro de 2012

E é assim.

Os sintomas de que algo não está bem voltaram, desta vez, em dimensões catastróficas. Se antes tinha receio das insónias, agora deito-me com pavor de adormecer. 
É absolutamente necessário que consiga dominar o meu inconsciente mas não consigo. É qualquer coisa como pedir a um cego que veja.

8 comentários:

Observador disse...

DD

Contraria o teu lado biológico.

Se tiveres insónias, dorme.
Se te apetecer dormir, não durmas.

Vais ver que resulta e sem necessidade de recorrer à contagem de carneiros...

Bj

Dança dos Dias disse...

E acreditas na possibilidade de um ser humano viver sem dormir?

o anão gigante disse...

:)

francisco disse...

Antes do 25 de Abril havia uma malta que se dizia polícia do regime e que acreditava piamente que sim.... :)

Dança dos Dias disse...

francisco, parece-me que era o inverso. Era exactamente por esses ditos polícias do regime saberem perfeitamente que o Homem não vive sem dormir que torturavam pessoas não as deixando dormir.

francisco disse...

exactamente, foi isso que eu quis dizer, afirmando o seu contrário... ;)

Anónimo disse...

Estou triste...
Meses e meses a alardear a minha inteligência e beleza para quê? Para agora vires dizer que queres cair nos braços de Morfeu?! Pois que sejam os dois muito felizes.

Adonis, a.k.a. J.A.

Dança dos Dias disse...

Lambe o orgulho ferido e deixa-me ser infeliz!