segunda-feira, 30 de maio de 2011

Desculpe, como disse?

No Sábado fui assediada. Durante o expediente dele, um senhor com mais de sessenta anos, sem mais nem menos, sai-se com um "Hás-de dar-me o teu número!". Eu ri-me, porque, ingénua como sou, pensei que aquilo fosse uma espécie de piada. Passados uns minutos, aproximou-se de mim e entregou-me um papel. "Liga-me.", pediu ele com voz melosa. Fiquei atónita, olhei para o papel, "Agostinho 96.......".
Eu até gosto de homens mais velhos, acho-lhes uma certa graça, mas o meu limite, pelo menos até agora, está na casa dos quarenta. Até chegar aos sessenta e mais alguns, ainda falta um bocadinho.
Portanto, fofos, se se sentirem sozinhos, se vos apetecer fazer caridade e tirar da solidão a alminha penada que me abordou, posso facultar-vos o número.
Infelizmente, o blogger não deixa postar fotografias, caso contrário, mostrava-vos o bilhetinho amoroso.

10 comentários:

L'Enfant Terrible disse...

Decerto encontrará alguém desejoso de lhe ir ao bolso, porque diz que homens de 60 devem ser ricos, isto se forem poupados! Ainda assim tenho de reconhecer a coragem do senhor ou dizer apenas que para essa idade já devia ter juízo!

Dança dos Dias disse...

Ahaha
O dinheiro não me seduz a esse ponto...
Coragem?! Chamei-o de maluco, fiquei nervoisíssima a pensar se o gajo não seria tarado ao ponto de tentar mais alguma coisa.
Como sou gaja prevenida e exagerada, previ logo uma série de cenários e, à cautela, não larguei a única "arma" que tinha à mão, um porta-minas que trazia na mala. Pelo sim, pelo não.

Dança dos Dias disse...

É que a maioria das pessoas acreditam que as coisas só acontecem nos filmes. Eu não.

L'Enfant Terrible disse...

E acreditas tu muito bem, devo-te dizer!

Mas custa-me a crer que andes só com um porta-minas na mala! O que é feito do gás pimenta e do taser?

Dança dos Dias disse...

Eh pá, não chego a tanto, mas já andei com um desodorizante em spray, aquilo nos olhos também deve arder, digo eu, nunca experimentei. O porta-minas pode ser letal, ah caralho, pensava eu, vem cá vem e tenta alguma coisa seu tarado de merda, que vais ver com quantos paus se faz uma canoa!

Eu próprio... disse...

Ahahah...nessa idade já não se tem mesmo nada a perder, passar por velho tarado é um preço demasiado barato para o premio de alguma mocinha poder vir a aceitar!!

Dança dos Dias disse...

Ei! Eu não sou uma mocinha qulquer, ora essa! Agora fiquei ofendida!

Anónimo disse...

Tenho a certeza que o velho não é nenhum depravado!
Se fosse, teria escrito no papel "Agostinho, 69..." :)
Mais tranquila?

J.A.

Dança dos Dias disse...

Ah, J.A., muito mais tranquila! O senhor era amoroso, fofinho, eu é que sou uma exagerada!

Eu próprio... disse...

Eu não disse que eras uma mocinha qualquer...disse que eras uma mocinha ;-)