sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Ora bem,


para além de outas coisas que me caracterizam, existe esta, este caracol que insiste em formar-se logo abaixo da nuca e não desaparece. Podia ser pior... por exemplo, insistir em ter uma máquina fotográfica por perto no fim de beber uma garrafa de vinho.



*Socorro!

14 comentários:

o anão gigante disse...

Oh pá! Consegues levantar-te?

Dança dos Dias disse...

Claro. Até consigo tirar fotografias sem acertar no "alvo".

Anónimo disse...

E está traçado o perfil: uma mulher com pés e (um caracol na) cabeça.

J.A.

Dança dos Dias disse...

Porra. Fui apanhada.

Observador disse...

Fica-te bem.

:D

o anão gigante disse...

Gosto que uma mulher tenha pescoço. :))

Dança dos Dias disse...

Ter pescoço é algo que dá sempre jeito... Faz falta, eu sei. As avestruzes que o digam.
Ter miolos, então, é uma coisa do outro mundo!

o anão gigante disse...

Não era nisso que falava, mas, sim, também está bem. :))

Dança dos Dias disse...

Ohhhh
Eu falei em miolos. Não disse, em momento algum, que tinha miolos...
Explique lá para ver se eu percebo!

o anão gigante disse...

Não era graça, acho os pescoços altos, elegantes e bonitos, só isso.

Dança dos Dias disse...

Ah!
O meu não é nada disso. Gostava que fosse.
Concordo totalmente consigo, pois então!

o anão gigante disse...

Tu és marota. Espero que tenhas mais de 16.

Dança dos Dias disse...

Dezasseis quê?

o anão gigante disse...

Experiências boas.