quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Quando sinto o olhar deles pousado em nós mais tempo do que o normal, provavelmente demonstração de grande interesse ou mera curiosidade, só me ocorre perguntar-lhes se conseguirão imaginar sequer o que nos aconteceu.


Depois parece-me que diminuem de tamanho. Até que desaparecem.

3 comentários:

Observador disse...

Antes de desaparecerem muita coisa pode acontecer.

dEUsA disse...

...
Feliz 2011...
Espero que seja melhor que 2010
bj

Anónimo disse...

"Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos".(Antoine de Saint-Exupéry)

J.A.